Surge um novo lugar, de especial graça

“Não vão para lá; lá eles adoram o diabo”, as pessoas alertaram o Bispo Francis Aquirinius Kibira. A região que fica na parte sudoeste de Uganda, na fronteira com a República Democrática do Congo, era considerada um lugar obscuro e perigoso. Crime, violência, prostituição e consumo de drogas faziam parte da vida cotidiana. Mas, principalmente, a área era conhecida por praticantes de bruxaria. Desse modo, grandes danos foram causados por conta da prática dos rituais de magia e ocultismo: sintomas de obsessão, suicídios e famílias destruídas eram apenas algumas das consequências.