segunda-feira, 24 de abril de 2017

Padres da Igreja e o dom das línguas

[afeexplicada]


No séculos II, Santo Irineu (c.115-200) se refere a uma fala extática não-idiomática, do tipo que os pentecostais praticam hoje. Descreve e condena as ações de um certo Marcos que “profetizava”, sob influência “demoníaca”. Marcos compartilhava o seu “dom” e outros também “profetizavam”. Seduzia mulheres e lhes prometia o carisma. Quando a recebiam, falavam algo sem sentido:

domingo, 23 de abril de 2017

Dez frases de Jesus à Santa Faustina



23 Abr. 17

REDAÇÃO CENTRAL, (ACI).- Foi em suas aparições a Santa Faustina Kowalska que Jesus apresentou ao mundo a devoção da Divina Misericórdia, sua festa, a imagem, o Terço. À religiosa polonesa, o Senhor deixou também palavras que expressam essa imensa graça, as quais foram registradas por ela em seu Diário.
A seguir, confira algumas frases ditas pelo Senhor Jesus à Santa Faustina:

Carta a Proba - Santo Agostinho

Carta a Proba 1 

Carta a Proba 2

Santo Agostinho nos explica para que servem as palavras na oração

[aleteia]

"...não pensemos que são necessárias para informar o Senhor ou forçar a sua vontade"

 


Na oração, as palavras servem para nos estimular e nos fazer compreender melhor o que pedimos; não pensemos que são necessárias para informar o Senhor ou forçar a sua vontade.

Papa compara centros de refugiados da Europa a campos de concentração

[g1]
Por France Presse


'Os acordos internacionais parecem ser mais importantes do que os direitos humanos', afirmou o pontífice.



Papa Francisco durante cerimônia na Basílica de São Bartolomeu, em Roma. (Foto: Maurizio Brambati/France Presse)
O papa Francisco descreveu neste sábado (22) alguns centros de refugiados da Europa como "campos de concentração", ao prestar homenagem a uma cristã desconhecida assassinada por sua fé, diante do marido, que é muçulmano.

sábado, 22 de abril de 2017

História da Imagem de Jesus Misercordioso

Da Redação

“Pinta uma Imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós”



(ZENIT – Roma, 22 Abr. 2017).- A Festa da Misericórdia é celebrada no domingo seguinte à Solenidade de Páscoa em todas as Igrejas do mundo. A data foi instituída pelo Papa João Paulo II, em 30 de abril do ano de 2000. O Domingo da Misericórdia é dedicado, especialmente, para o grande anúncio do amor misericordioso de Deus, que vem até nós em Jesus Cristo, Nosso Senhor. Para isso, além das indulgências do Ano Santo, também neste Segundo Domingo da Páscoa concede-se indulgência plenária aos que participam da Eucaristia e procuram se configurar sob as condições pré-estabelecidas: Confissão Sacramental, Comunhão Eucarística e orações segundo a intenção estabelecida pelo Santo Padre.

A história da imagem:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...