segunda-feira, 26 de setembro de 2016

O Cristo cósmico: uma espiritualidade do universo

[ihu]


"No budismo se faz semelhante raciocínio. Existe a budeidade (a capacidade de iluminação) que vem se forjando ao longo do processo da evolução, até que ela irrompe em Sidarta Gautama que virou Buda (o iluminado). Esta só pôde se manifestar na pessoa de Gautama porque antes, a budeidade, estava lá no processo evolucionário. Então virou o Buda, como Jesus virou o Cristo", escreve Leonardo Boff, filósofo, teólogo e escritor.
Eis o artigo.

Um “novo vocabulário” para uma “pastoral revolucionária”

[abim]
Fonte: Revista Catolicismo, Nº 789, setembro/2016


A reviravolta dos dois Sínodos dos Bispos sobre a família e da Exortação Apostólica Amoris laetitia, do Papa Francisco. Mudanças na linguagem e o emprego de palavras-talismã numa nova pastoral relativista e permissiva incapaz de iluminar os que erram, converter os pecadores e solidificar os fundamentos da instituição familiar.

domingo, 25 de setembro de 2016

“É mais satisfatório salvar uma alma das chamas eternas”

[ipco]
Por



No último dia 11 transcorreram 15 anos do maior atentado terrorista já perpetrado no mundo. O ataque às Torres Gêmeas, em Nova York, marcou o fim de uma era. Desde então, o mundo não foi mais o mesmo. A insegurança reinou por toda parte. Das mais de três mil vítimas desse atentado, cada uma tem sua história. É de uma delas que vamos tratar.

 Uma reportagem “não politicamente correta”

sábado, 24 de setembro de 2016

Uma porta e um grande abismo

[domtotal]
Por Adroaldo Palaoro*



Depois da morte não tem como mudar as coisas. O tempo de mudança é este, esta vida.

 

 

Jesus desmascara e denuncia, com olhar penetrante, a realidade cruel da Galileia e da atualidade.

Lucas, mais uma vez, nos introduz no tema de ricos e pobres, que, com esta parábola, alcança sua altura suprema. Trata-se de uma parábola forte, clara e inquietante, que corta a respiração e nos situa, a partir de Deus, na dinâmica das relações humanas. Deixar que a parábola se explique, que nos fale, que nos questione e que ilumine nossa vida, essa é a melhor atitude diante dela.

Abaixo-assinado tenta evitar que a ONU declare o “Dia Internacional do aborto seguro”

[aleteia]

Três razões muitos simples pelas quais a Imagem de Nossa Senhora Aparecida não deve desfilar no Carnaval de 2017!

[ipco]
Por



O Carnaval de outrora  ainda tinha uma razão de ser na alma popular.
Podem-se distinguir dois aspectos dessa razão de ser: de um lado o desejo dos aspectos maravilhosos da vida, que levavam muitas pessoas a adotar fantasias magníficas que pareciam tiradas das páginas das mil e uma noites, ou a reproduzir em todo seu fausto personagens históricos de grande envergadura. Grande parte do povo se entusiasmava com tais amostras de aparato que elevam o espírito acima da vulgaridade pardacenta do cotidiano.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...