sábado, 18 de agosto de 2018

Como São Miguel Arcanjo conduziu Maria ao céu

[aleteia]
Por Philip Kosloski

Uma tradição antiga diz que foi ele o responsável por levar a Virgem Maria ao céu durante a Assunção 



Embora pouco se saiba sobre a Assunção da Virgem Maria ao céu, várias tradições relatam este fenômeno e refletem sobre o que poderia ter acontecido.
Uma delas diz que São Miguel Arcanjo foi o anjo encarregado de levar o corpo e a alma de Maria ao céu.
De acordo com essa antiga tradição, São Miguel era o anjo que pesava os atos de uma pessoa falecida e as levava para a vida eterna. A liturgia da Igreja parece confirmar este papel de São Miguel com o seguinte cântico de ofertório, que costuma estar presente em Missas de Réquiem:
Ó Senhor Jesus Cristo, Rei da Glória, 
salva as almas dos fiéis defuntos, 
das penas do inferno e do lago sem fundo, salva-as!
Que São Miguel as conduza
à luz santa, 
como outrora prometeste a Abraão, 
Senhor Jesus Cristo. 
Amém. 
Um texto medieval conhecido como “Lenda Dourada” relata o encontro que Maria teve com um anjo antes de sua morte. O anjo preparava-a para a sua Assunção:
Então, eis que um anjo estava diante dela em meio a uma grande luz e saudou-a reverentemente como a mãe de seu Senhor. “Ave, bendita Maria!”, Disse ele, “recebe a bênção daquele que concedeu a salvação a Jacó. Veja, Senhora, eu te trouxe um ramo de palmeira do paraíso, e a senhora deverá carregá-lo até a tua morte. Daqui a três dias tu serás presumida do corpo, porque seu Filho está esperando por ti, Sua venerável mãe.”
O nome do anjo não é revelado. Porém, mais tarde, quando Maria já estava “morta”, Jesus entra na narrativa e dá instruções ao arcanjo.
“Cristo acenou com a cabeça e imediatamente o Arcanjo Miguel avançou e apresentou a alma de Maria diante do Senhor. Então o Salvador disse: ‘Levanta-te, minha amada, minha pomba, tabernáculo da glória, vaso da vida, templo celestial! Como tu nunca conheceste a mancha do pecado, tu nunca deverás sofrer a dissolução da carne na tumba’. Então a alma de Maria entrou em seu corpo, e ela saiu gloriosa do monumento e foi colocada na câmara nupcial celestial, acompanhada por uma grande multidão de anjos.”
Embora a narrativa não tenha base histórica ou bíblica, é um convite à reflexão sobre como a Virgem Maria foi recebida no céu. E que alegria deve ter havido lá em cima no dia em que Maria se encontrou com seu Filho!
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...