terça-feira, 15 de agosto de 2017

Eu estava diante do Santíssimo e, de repente, algo aconteceu…

[aleteia]
Por Claudio de Castro

Jesus Sacramentado fala ao coração de quem está diante Dele




Esta história aconteceu há dois anos. Eu estava em um sacrário, na presença de Jesus Sacramentado.
De joelhos, eu rezava. Ingenuamente, perguntei a Jesus: “O que quer de mim, Senhor?”
Rapidamente, uma voz interior clara e transparente, respondeu: 
“Escreva! Todos devem saber que eu os amo”. 
Aquela experiência impactante marcou a minha vida.
Hoje, uma sobrinha me fez uma pergunta que me levou de volta a esse momento:
“Tio, por que você escreve tanto sobre o sacrário?”Esse é o motivo! “Escreva! Todos devem saber que eu os amo”. Isso marcou um começo para mim e me levou a viver grandes aventuras espirituais. Confesso que, a princípio, fiquei aterrorizado.
“Quem sou eu para escrever sobre ti, Senhor?”Lembrei- daquela bela canção que reflete exatamente o que eu vivenciei:
“Senhor, não sou nada.  Por que me chamou? 
O Senhor passou em minha porta e bem sabe 
Que sou pobre e fraco.
Por que se fixou em mim?”
Não foi fácil! Tive e tenho grandes batalhas espirituais. As tentações são muitas. Os problemas e as dificuldades não faltam. Mas a graça me sustenta, juntamente às orações e a presença bondosa de Deus. A maior tentação? O desânimo, a vontade de não continuar.Curiosamente, toda vez que isso acontece, sinto que o Bom Jesus me envia um sinal, de forma inesperada.
Há algum tempo, eu estava decidido a abandonar esses escritos. Ia me dedicar a outra coisa. Fui à Missa na Igreja de Guadalupe para falar com Jesus e dizer-lhe sobre minhas intenções:  “Bom Jesus, acabou. Melhor buscar outra pessoa”.Nisso, um conhecido se aproximou de mim e disse:  “Claudio, tenho um amigo que quer te conhecer e falar com você”.
“Com muito prazer. Quando terminar a missa, vamos falar”, respondi.Ele se aproximou de mim no fim da Eucaristia, nos sentamos em um banco e ele me disse:
“Minha esposa me abandonou há pouco tempo. Tenho quatro filhos pequenos…”
As crianças corriam felizes de um lado para o outro.“Angustiado por isso e sem saber o que fazer, decidi acabar com tudo. Mas antes, gostaria de uma oportunidade. Fui a uma livraria e falei com a atendente. Ela sugeriu que eu lesse um livro de Claudio de Castro. Não sabia que era você. Mas comprei o livro…”
“Está angustiado com isso? O que aconteceu?”, perguntei ao homem.“Aqui estou. Em sua frente, para te agradecer e te fazer um pedido: Escreva. Não deixe de fazer isso”.
Essas palavras me impressionaram. E eu respondi: “Vá ao sacrário e agradeça a Jesus.
Ele é quem dá as graças de que precisamos. Ele é quem faz tudo.”O que aconteceu depois disso?  Simples: continuei escrevendo.  Por quê? A canção explica melhor que eu:
“É impossível conhecer-te, Jesus, e não te amar. É impossível amar-te e não te seguir.”Mas posso te pedir um favor? Quando for ao sacrário, diga-lhe: “Claudio te manda lembranças”.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...