segunda-feira, 13 de março de 2017

Mais um aniversario de pontificado de Francisco

[zenit]






(ZENIT – Roma. 13 Mar. 2017).- Francisco comemora esta segunda-feira mais um aniversário de pontificado, despertando nestes quatro anos de pontificado um grande fervor popular.
É o primeiro papa nascido no Novo Mundo, o primeiro latino-americano, o primeiro pontífice do hemisfério sul, o primeiro papa a utilizar o nome de Francisco, o primeiro pontífice não europeu em mais de 1200 anos[4] e também o primeiro papa jesuíta da história.
Ao ser eleito, o novo pontífice escolheu o nome de Francisco. Segundo o próprio, uma referência a Francisco de Assis fazendo referência à “sua simplicidade e dedicação aos pobres” e motivado pela frase dita por Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, logo após sua eleição, ainda na Capela Sistina: “Não esqueça dos pobres”.
Papa Francisco apareceu ao povo na sacada central da Basílica Vaticana o 13 de marzo de 2013 e dirigiu-se à multidão presente na Praça São Pedro, dizendo:
“Irmãos e irmãs, boa noite! Vocês sabem que o objetivo do Conclave era eleger o Bispo de Roma. Meus irmãos Cardeais foram buscá-lo quase ao fim do mundo… Por isso, eis-me aqui! Agradeço a todos pela acolhida. Agora, a comunidade diocesana de Roma tem o seu Bispo. Obrigado!”.
A seguir acrescentou: “E agora iniciamos este caminho, o Bispo com seu Povo… o caminho da Igreja de Roma que preside a todas as outras Igrejas na caridade. Um caminho de fraternidade, de amor, de mútua confiança. Rezemos sempre uns pelos outros. Rezemos por todo o mundo, para que haja uma grande fraternidade. Espero que este caminho eclesial, que hoje começamos, com a ajuda do Cardeal Vigário, aqui presente, seja frutuoso para a evangelização desta Cidade tão bela!”.
E concedeu a sua Bênção Apostólica. Antes, porém, pediu aos presentes: “Antes que o Bispo abençoe o povo, peço-lhes que rezem ao Senhor para que me abençoe: é a oração do povo, pedindo a Bênção para o seu Bispo. Façamos em silêncio esta oração por mim”.
O Papa inclinou a cabeça por alguns momentos e todos na Praça fizeram silêncio. E Francisco deu a sua primeira Bênção “Urbi et Orbi”, aos fiéis de Roma e do mundo inteiro, e concluiu: “Boa noite e bom descanso!”.
Uma reforma-chave foi a de melhorar a transparência nas finanças vaticanas para ampliar seus programas de ajuda aos mais necessitados da sociedade.
O Papa Francisco, pediu a Congregação para a Doutrina da Fé que a continue com a linha desenvolvida por Bento XVI, agindo de forma decisiva contra o abuso sexual de menores por membros da Igreja Católica promovendo medidas para a proteção e ajuda às crianças que sofreram esse tipo de violência e auxiliando nos processos contra os culpados. Depois firmou em 11 de julho de 2013 um Motu proprio, reformando o código penal do Vaticano e tornando mais rígidas as sanções para este tipo de crime. Em setembro de 2014 o Papa Francisco ordenou pessoalmente a prisão do ex-arcebispo e ex-embaixador da Santa Sé, o polonês Jozef Wesolowskide, acusado de abusos sexuais.
Principais documentos: Lumen fidei (Luz da Fé), foi publicada em 5 de julho de 2013, a primeira encíclica do seu pontificado, que havia sido iniciada pelo seu antecessor, Bento XVI.
Exortação Apostólica Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho), publicada em 24 de novembro de 2013, sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual.
Laudato si’ (Louvado Seja), foi publicada em 18 de junho de 2015, apela à uma ecologia integral, pede o cuidado com a casa comum, faz duras críticas à devastação ambiental, ao modelo de desenvolvimento vigente, à falta de responsabilidade com os mais pobres.
Exortação Apostólica Amoris laetitia (Alegria do Amor), publicada em 08 de abril de 2016, sobre a alegria do amor na família.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...