quinta-feira, 28 de julho de 2016

Igreja que sofre perseguição

 Por João Batista


A exemplo de Cristo, cabeça da Igreja, ela (Igreja) não entrará na glória sem antes passar pela cruz, é o que nos ensina o Catecismo da Igreja.
Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra" desvendará o "mistério de iniqüidade" sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade. A impostura religiosa suprema é a do Anticristo, isto é, a de um pseudo-messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias que veio na carne. (CIC 675)
"A Igreja... só terá sua consumação na glória celeste quando do retorno glorioso de Cristo. Até aquele dia, "a Igreja avança em sua peregrinação por meio das perseguições do mundo e das consolações de Deus". Aqui na terra, sabe que está em exílio, longe do Senhor e aspira ao advento pleno do Reino, "a hora em que ela será, 'na glória, reunida a seu Rei". A consumação da Igreja e, por meio dela, a do mundo, na glória, não acontecerá sem grandes provações. Só então "todos os justos, desde Adão, em seguida Abel, o justo, até o último eleito, serão congregados junto do Pai na Igreja universal. (CIC 769)
Portanto, que ninguém pense que terá vida "tranquila" aqui neste mundo, ao se decidir por viver a eternidade com o Senhor, quem deseja a eternidade com Deus, terá que aceitar a perseguição neste mundo, inclusive perseguição de morte.
Confirmavam as almas dos discípulos e exortavam-nos a perseverar na fé, dizendo que é necessário entrarmos no Reino de Deus por meio de muitas tribulações. (Atos 14, 22)
Pois todos os que quiserem viver piedosamente, em Jesus Cristo, terão de sofrer a perseguição. (II Tm 3, 12) 

Assista ao emocionante testemunho da Irmã Guadalupe, missionária na Síria. 


Como Igreja, devemos dizer sempre... O Espírito e a Esposa dizem: Vem! Possa aquele que ouve dizer também: Vem! Aquele que tem sede, venha! E que o homem de boa vontade receba, gratuitamente, da água da vida! (Ap 22, 17)
Aquele que atesta estas coisas diz: Sim! Eu venho depressa! Amém. Vem, Senhor Jesus! A graça do Senhor Jesus esteja com todos. (Ap 22, 20s) 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...