domingo, 24 de julho de 2016

A doutrina de Dois Pesos e Duas Medidas de Ciro Zibordi

[igrejamilitante]
Por Anderson Dantas

O auto proclamado pastor Ciro Zibordi é mais um dos vários pregadores evangélicos que desenvolvem esforços com o objetivo de atacar a Igreja Católica e sua doutrina.
Em um de seus textos, onde pretendia doutrinar uma católica que lhe havia escrito, Ciro Zibordi produziu uma confusão de idéias de tal grandeza que ficou claro que sua doutrina anda de lá para cá e de cá para lá conforme sua conveniência.
O pastor Ciro Zibordi escreveu:
“Não me venha com essa teoria extrabíblica e antibíblica de que os irmãos de Jesus eram primos, pois a própria Bíblia diz claramente que o Ele foi o primogênito de Maria, isto é, o seu primeiro filho (Lc 2.7).
Disponível em 09/10/2015 –
Nossos comentários:
O pastor Ciro foi enfático. Segundo ele, o texto é claro ao afirmar que os irmãos de Jesus são de fato irmãos.
E ele ainda acrescenta que sendo Jesus o primogênito de Maria, lhe parece óbvio que Maria teria tido outros filhos.
O pastor Ciro Zibordi é literal. Leva tudo ao pé da letra.
Mas será mesmo que Ciro Zibordi leva tudo ao pé da letra ? Claro que não. Ciro Zibordi é literal apenas quando lhe interessa. Sua doutrina de dois pesos e duas medidas é demonstrada no mesmo texto.
Ciro, tão literal quanto aos “irmãos” de Jesus, repentinamente deixa de ser literal quando se confrontado pela católica a partir do seguinte texto:
“Pedro, tu és pedra…”
Ciro Zibordi responde do modo mais evangélico possível, ou seja, com outra pergunta: “Onde está escrito na Bíblia que Pedro foi o primeiro papa…?”
Ciro deseja enxergar a palavra “papa” na Bíblia.
Mas não exige para si próprio um texto que afirme que Maria e José tiveram outros filhos.
No texto sobre os “irmãos” de Jesus, Ciro deduz que os tais irmãos eram filhos carnais de Maria e José.
Por outro lado, no texto e que Jesus diz que Pedro é a pedra, Ciro, até então o “dedutor” evangélico, repentinamente não deduz mais nada.
Vejamos o texto bíblico que não parece claro para Ciro: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” Mateus 16,18
Para justificar sua rebeldia contra a Bíblia, Ciro Zibordi ainda elenca os “defeitos” de Pedro, que na sua visão lhe desqualificariam para o cargo de líder e chefe da Igreja:
Ciro Zibordi: “Primeiro, Cefas era repreensível (Gl 2.11) — é claro que Bento XVI também o é. Segundo, ele era casado (Mt 8.14,15). Terceiro, pobre (At 3.6). Quarto, nunca recebeu adoração ou veneração (At 10.25,26).
Outrossim, quando foi mesmo que Pedro esteve em Roma?”
Nossos comentários:
Ciro Zibordi questiona os critérios de Jesus. Segundo ele, Pedro não é perfeito e, portanto, não poderia ocupar o cargo. Ciro Zibordi pretende ensinar a Jesus como se deve escolher o chefe da Igreja.
E assim quase se cumpre: “O meu juízo e o juízo de DEUS são a mesma coisa. Quem não crê como eu está destinado ao inferno.” (Martinho Lutero)
A profecia de Lutero não se cumpriu, porque enquanto Lutero julgava que seu juízo e o juízo de DEUS eram a mesma coisa, Ciro Zibordi considera que seu juízo está acima do juízo de Jesus, senão vejamos:
Ciro Zibordi diz que Pedro era repreensível. E citou Gl 2, 11.
Ciro Zibordi só leu a parte de Galátas que lhe interessou. Esqueceu-se do seguinte texto: “Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios.” Gálatas 2, 8
Dizer que Pedro era repreensível não é novidade. A Igreja Católica ensina há 2.000 anos que Pedro era pecador.
O papa é pecador. Por isto mesmo o papa se confessa a outro sacerdote.
O próprio Jesus advertiu a Pedro: “Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: “Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens.” Mateus 16,23
Mas Ciro Zibordi “esqueceu” que o mesmo Jesus também disse a Pedro: “E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. Mateus 16,19
Certamente Ciro não gostou quando Jesus entregou a Pedro e somente a Pedro as chaves do reino dos céus.
E também não gostou de outro texto, onde Jesus outorgou a Pedro autoridade sobre o rebanho:
“Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.” João 21,17
Ciro não aceita os critério de escolha de Jesus. Para Ciro é preciso ser perfeito para ser papa ou líder. Só não precisa ser perfeito para ser pastor evangélico.
Ciro Zibordi põe em dúvida a escolha de Jesus: “…Cefas era repreensível.”
Deixemos o próprio Senhor Jesus Cristo responder ao inconformado Ciro Zibordi:
Jesus já conhecia o caráter impulsivo e eventualmente vacilante de Pedro: “…Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces.” Lucas 22,34
Mas Jesus também conhecia o poder de liderança do apóstolo: “Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.” Lucas 22,32
Mesmo que Pedro não fosse um líder nato, Ciro Zibordi como bom evangélico deveria conhecer a máxima que é repetida aos quatro ventos pelos seus pares: “Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.”
Ora, a frase em questão também não está na Bíblia. Nem por isto podemos negar que DEUS pode operar todas as coisas, inclusive capacitar aqueles a quem ele escolheu.
Tampouco podemos ignorar que Jesus Cristo cura, salva e liberta, muito embora na Bíblia esta frase não nos seja apresentada textualmente.
Sabemos destas coisas por conta dos contextos.
Da mesma forma, sabemos pelo contexto e pelas determinações de Jesus que Pedro era o chefe dos apóstolos. Ele recebeu missões e prerrogativas diferenciadas.
O que Ciro não gostou foi o fato de que Jesus reconhece Pedro como pecador e lhe concede ainda assim o dom da Infalibilidade. Pedro não é “impecável”, mas infalível quando ensina. Ciro não gostou porque considera Pedro repreensível.
Contudo São Paulo, o mais letrado dos apóstolos, se fez o menor entre todos. “Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.” 1 Coríntios 15:9
São Paulo não fundou igrejas evangélicas e nem se autoproclamou pastor.
E muito diferente de Ciro Zibordi, São Paulo obedeceu Jesus Cristo, acatando a liderança de Pedro:
“…Assim, Paulo e Barnabé foram designados, juntamente com outros, para irem a Jerusalém tratar dessa questão com os apóstolos e com os presbíteros.” Atos 15:2
E ainda: “Depois de muita discussão, Pedro levantou-se e dirigiu-se a eles: “Irmãos, vocês sabem que há muito tempo Deus me escolheu dentre vocês para que os gentios ouvissem de meus lábios a mensagem do evangelho e cressem.” Atos 15,7
Ciro Zibordi só lê o que quer. O que ele não gosta no evangelho ele descarta.
Então se cumpre: “Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no evangelho que você crê, mas, sim, em si mesmo.” (Santo Agostinho)
Ciro Zibordi também diz que Pedro era casado.
Mas o antes “literal” Zibordi nesta questão em particular subitamente não faz questão de texto algum para provar de forma cabal que Pedro era casado.
Pedro talvez fosse viúvo.
Pedro tinha sogra. Isto indica que Pedro algum dia teve esposa.
Mas pelas Escrituras não fica claro se, naquela altura, Pedro tinha esposa ou não.
A certeza de Ciro Zibordi de que Pedro estava casado quando seguiu Jesus não é a certeza da Igreja primitiva.
Clemente de Alexandria dizia que a esposa de Pedro morreu martirizada. Por outro lado, contemporâneos seus diziam que Pedro era viúvo.
Sobretudo, Ciro Zibordi fingiu desconhecer a instrução de São Paulo:
“Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.” 1 Coríntios 7:7-9
São Paulo não condena nenhuma das formas. Casados ou celibatários podem e devem servir ao Senhor Jesus.
E nem a Igreja Católica condena ambas as formas. O celibato não é dogma de fé, mas é matéria regimental. A Igreja poderá revogá-lo quando quiser.
É fato que Pedro, ao se tornar apóstolo, deixou tudo o mais para seguir ao Senhor:
Ciro Zibordi também fingiu não saber: “ E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna.” (Mateus 19:29).
E apesar do gesto de amor de Pedro, tudo que Ciro Zibordi quer saber é onde está escrito na Bíblia que Pedro foi o primeiro papa?
Ora, também não existe a palavra “Trindade” na Bíblia, mas Ciro Zibordi acata a doutrina da Trindade, ensinada ao mundo pela Igreja Católica, de que há um DEUS uno e trino. Um só DEUS em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo.
Ciro quer a palavra “Papa” na Bíblia, mas não faz questão da palavra “Trindade” que ele próprio usa com desenvoltura. Disponível em 09/10/2015 – http://cirozibordi.blogspot.com.br/2009/07/por-que-trindade-e-uma-doutrina-biblica_15.html
A questão é clara. Ele quer “papa” na Bíblia porque pretende atacar o catolicismo.
Ele não faz questão da palavra “Trindade” na Bíblia porque pretende advogar tal doutrina.
Da mesma forma, Ciro Zibordi não faz questão da palavra protestantismo, Lutero ou Igreja Evangélica.
E usando o mesmo critério dúbio, Ciro Zibordi seguramente quer textos claros para o Purgatório, Assunção de Maria e Batismo infantil.
Mas rejeita os textos claros que falam da Bem-Aventurança de Maria (Lucas 1, 48), a recitação do Pai Nosso (Mateus 6, 9-13), a confissão dos pecados ao sacerdote (João 20, 23) e a Eucaristia (João 6, 51-58).
E por certo o Sr.Ciro Zibordi, agora não tão literal como antes, também rejeita os textos que condenam sua maneira peculiar de ser cristão, se não vejamos:
Ciro despreza a Igreja: Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade.” 1 Timóteo 3:15
Ciiro “interpreta” a margem da igreja que é, no singular, única coluna e sustentáculo da verdade: “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. 2 Pedro 1:20
Ciro diz que a Bíblia é suficiente, quando a própria Bíblia diz que as escrituras são úteis: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;” 2 Timóteo 3:16
Ciro julga que para ter vida eterna é preciso entender de Bíblia, sendo que Jesus já no passado condenou os Doutores que “conheciam” as escrituras e não foram capazes de perceberem a chegada do Messias: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e elas mesmas são as que dão testemunho de mim.” João 5:39
Ciro quer falar sobre catolicismo sem antes aprender. Esqueceu que toda instrução vem pelo ouvir e não pela leitura particular: “Logo a fé vem pelo ouvir, e o ouvir vem pela palavra de Cristo”. Romanos 10, 17
Finalmente, Ciro Zibordi é alguém que certamente condena a Tradição. Outro texto onde o “Literal” Ciro deixa de ser Literalmente literal: 2 Ts 2,15 – “Assim, pois, irmãos, ficai inabaláveis e guardai firmemente as tradições que vos ensinamos, de viva voz ou por carta”.
E se o Sr.Ciro Zibordi ainda quer saber na Bíblia onde está escrito que Pedro foi Papa, nós também podemos perguntar ao Sr.Ciro Zibordi: “Onde está na Bíblia que Pedro não foi o papa?
E também perguntamos ao Sr.Ciro Zibordi:
Onde está na Bíblia que teve segunda guerra mundial?
Onda está na Bíblia que não se deve fumar?
Onde está na Bíblia que Martinho Lutero poderia reformar a Igreja ?
Onde está na Bíblia que o Senhor Ciro Zibordi pode se proclamar pastor ?
Onde está na Bíblia que alguém pode abrir Igreja Evangélica?
Diga-nos ainda Pastor Ciro Zibordi:
Qual é a doutrina da tua igreja para a contracepção?
Qual é a doutrina da tua igreja para o meio ambiente?
Qual é a doutrina da tua igreja para fertilização em laboratório?
Qual é a doutrina da tua igreja para o Marxismo?
Ou será que Ciro Zibordi ensina que Jesus não tem opinião para estes temas?
E nos dê a mesma oportunidade que você tem para fazer críticas, expondo:
Os dogmas da tua igreja;
Os concílios da tua igreja;
Os credos da tua igreja;
As encíclicas e bulas da tua igreja.
Ou será que Ciro Zibordi acha mesmo que tudo pode ser encontrado na Bíblia.
Seguramente que não.
O próprio Ciro Zibordi escreveu livros.
Quer dizer que os livros de Zibordi servem para consulta e a tradição católica e os documentos da igreja não servem?
Ciro Zibordi ainda pergunta quando foi que Pedro esteve em Roma?
Ora, Ciro Zibordi, que crê na “missão” de Martinho Lutero para reformar a Igreja (vide o seu texto na internet – http://cirozibordi.blogspot.com.br/2010/10/qual-e-relacao-entre-o-dia-da-reforma-o.html) , ao mesmo tempo que não faz questão de que o protestantismo e a reforma tenham previsões bíblicas, agora quer provas de que Pedro esteve em Roma.
Quer um vídeo, Sr.Ciro Zibordi, de Pedro na Praça Navona ou na Praça de Espanha?
O Sr.Zibordi disse: “Não me venha com essa teoria extrabíblica e antibíblica de que os irmãos de Jesus eram primos, pois a própria Bíblia diz claramente…”
E usando suas próprias palavras nós podemos dizer:
Ora, Sr.Ciro, não nos venha com essa teoria extrabíblica e antibíblica de que o pastor teve uma visão para fundar uma igreja evangélica, pois a própria Bíblia condena claramente a divisão do corpo de Cristo. Romanos 16:17, João 17:21, Efésios 4:4-6, 1 João 2:19, 2 Pedro 2:1,2
Se Ciro Zibordi aceita o testemunho do homicida Lutero e se Ciro Zibordi aceita o testemunho de qualquer pastor sobre a fundação de denominação evangélica, haverá de aceitar os testemunhos dos cristãos primitivos:
Orígenes (185-254) “…Pedro finalmente veio à Roma, e foi crucificado com a cabeça para baixo.”
Irineu bispo de Lyon, na Gália (por volta de 202) afirma na sua obra, Contra as Heresias, III,1: “Pedro e Paulo estavam pregando em Roma, e lá que estabeleceram as bases da igreja.”
Ainda Irineu em Contra as Heresias, III, 2 “…a tradição derivada dos apóstolos, da igreja muito grande, muito antiga e universalmente conhecida, fundada e estabelecida em Roma pelos dois gloriosos apóstolos, Pedro e Paulo.”
Tertuliano, por volta do ano 218, “aqueles a quem Pedro batizou no Tibre”
(Sobre Batismo, 4). Em seu trabalho Prescrição contra os hereges, ele diz que a igreja de Roma “afirma que Clemente foi ordenado por Pedro.”
Clemente de Alexandria (+ 220), menciona a visita de Pedro à Roma para lidar com Simão, o Mago.
Arnóbio de Sica (307 d.C) no século IV, diz: “Na própria Roma … eles se apressaram em abandonar os costumes de seus ancestrais, para juntar-se à verdade cristã, porque eles tinham visto o orgulho de Simão, o Mago , e sua impetuosa carruagem despedaçados pela boca de Pedro” (Adv. Gentes, II. 12).
O Eusébio (+ 324) observa que Pedro “parece ter pregado através de Pontus, Galácia, Bitínia, Capadócia e Ásia, e finalmente chegando à Roma, foi crucificado de cabeça para baixo, a seu pedido.” Em outros lugares em seus escritos, Eusébio afirma que “Paulo foi sido decapitado em Roma e Pedro ter sido crucificado….”
Caso o Senhor Ciro Zibordi tenha interesse na verdade, o que não parece ser o caso, sugerimos para consulta o seguinte texto:
Ou ainda: http://www.universocatolico.com.br/index.php?/50-provas-biblicas-de-que-pedro-fora-o-primeiro-papa.html
Independentemente da consulta que Ciro Zibordi poderá fazer aos textos que sugerimos, poderá também, usando o mesmo critério que usa contra seus oponentes, perguntar a si próprio:
“ONDE ESTÁ NA BÍBLIA QUE PEDRO NÃO ESTEVE EM ROMA?" OU,
“ONDE ESTÁ NA BÍBLIA QUE JESUS CONDICIONOU O CARGO DE PAPA À VISITA E ESTADIA EM ROMA?”
Ciro Zibordi é ainda um “juiz” implacável, ao proferir a “sentença” à senhora que lhe escreveu: “A senhora está ciente de que desobedientes são aqueles que não seguem a Palavra de Deus? O que ela diz acerca do Senhor Jesus tem algum valor para a senhora?”
Caro Sr.Ciro Zibordi, a Bíblia ensina que Jesus deu a Pedro as chaves do céu.
Jesus deu a Pedro poderes para ligar e desligar na terra.
Jesus ainda deu a Pedro duas missões especiais. Apascentar o rebanho e confirmar a todos na fé.
E nós perguntamos ao Sr.Ciro usando suas próprias palavras:
O que o Senhor Jesus decidiu acerca de Pedro tem algum valor para o Senhor?
O senhor está ciente de que desobedientes são aqueles que não seguem a Palavra de Deus?
Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Romanos 14:22
Mas não são apenas os textos da Bíblia que Ciro Zibordi gosta de fatiar e escolher dali apenas a doutrina que lhe interessa.
Em outro texto seu, onde exalta a Reforma Protestante e Martinho Lutero, o autonomeado pastor cita de forma imprecisa:
“…começou a questionar de modo mais contundente a Igreja Católica e a atacar a autoridade do papa, ao afixar na porta da Catedral de Wittenberg (pronuncia-se vitemberk) um pergaminho que continha 95 declarações.”
Disponível em 09/10/2015 -http://cirozibordi.blogspot.com.br/2010/10/qual-e-relacao-entre-o-dia-da-reforma-o.html
Ciro Zibordi ignorou que entre as 95 teses de Lutero que ele citou, encontravam-se:
Tese 77 de Martinho Lutero: “A afirmação de que nem mesmo São Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o Papa.”
Tese 78 de Martinho Lutero: “Dizemos contra isto que qualquer papa, mesmo São Pedro, tem maiores graças que essas, a saber, o Evangelho, as virtudes, as graças da administração (ou da cura), etc., como está escrito em I.Coríntios XII.”
Ao contrário de Ciro Zibordi, o pai do protestantismo não só reconhecia Pedro como São Pedro, bem como associava o apóstolo ao cargo máximo da Igreja Católica.
Sobre a confissão dos pecados ao Sacerdote, aqui também Ciro Zibordi parece não conhecer uma das teses de Lutero:
Tese 7 de Martinho Lutero: “ Deus não perdoa o pecado a ninguém sem fazê-lo sujeitar-se humildemente ao sacerdote, que é seu representante.”
Lutero reconhece ainda a atuação do Espírito Santo sobre o Papa. Algo que, naturalmente, Ciro Zibordi condena:
Tese 9 de Martinho Lutero: “9. Por isso, o Espírito Santo nos beneficia através do papa quando este, em seus decretos, sempre exclui a circunstância da morte e da necessidade.”
Ciro Zibordi induz seus leitores ao erro quando sugere que as teses de Martinho Lutero praticamente só falavam contra as indulgências: “ … eram quase todas relacionadas com a venda de indulgências.”
E omite que algumas das teses falam a favor das indulgências:
Tese 71 de Martinho Lutero: Seja excomungado e amaldiçoado quem falar contra a verdade das indulgências apostólicas.
Ciro Zibordi, que acha que o papa, para fazer jus a São Pedro deveria ser pobre e diferente de Martinho Lutero, não reparou que o reformador enxergou no pontífice tais predicados:
Tese 51: Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto – como é seu dever – a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extorquem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.
Como se vê, até mesmo das teses de Lutero o pastor Ciro Zibordi parace escolher apenas o que lhe agrada.
Ciro Zibordi filosofando e, como não poderia deixar de ser, incoerente pedindo a intercessão do santos, ainda diz:
“… que conexão existe entre o Dia da Reforma, o Dia das Bruxas e o Dia das Eleições? De que modo eles se relacionam? Neste dia, existe um grande risco de os bruxos vencerem as eleições. Quem lê entenda. E, por isso, a oração de todos os santos que prezam a Reforma Prostestante é: “Senhor, não permita que os bruxos sejam eleitos”.
E usando mais uma vez suas próprias palavras, nós perguntamos:
Que conexão existe entre Lutero, Zibordi e a Bíblia?
E aos Santos Católicos, infalivelmente canonizados, pedimos: “Senhor, traga a todos e não apenas os bruxos ao porto da verdade católica.”
Quem além de Ciro Zibordi e dos bruxos ainda duvida que Pedro tenha sido papa?
Limitamos o debate às questões de fé e doutrina. Repudiamos ataques pessoais ou à honra e à dignidade de qualquer pessoa. Não admitimos cerceamento ou preconceito religioso de qualquer espécie.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...