sábado, 23 de abril de 2016

Mosteiro de santos penitentes vira hotel de divertimentos

[ipco]
Por


A igreja do convento dominicano de Aracena transformada em lobby e salão.

Em 1662, a beata Soror María de la Trinidad de Aracena, fundou um mosteiro por ordem expressa de Nossa Senhora do Rosário e de São Jacinto, que apareceram para ela, na província de Huelva, Espanha.
Tratou-se de um mosteiro de dominicanas de clausura estrita.
E isso ficou marcado em cada detalhe do prédio como nas grades das antigas celas, nas paredes de pedra e nas abóbadas de tijolo do antigo coro da igreja barroca.
A Beata não o viu terminado, mas o mosteiro virou o local mais venerado da cidade.
Agora o convento foi transformado no Hotel Convento Aracena onde as celas de penitência foram mudadas em quartos de luxo.
Grades de antiga cela das freiras de clausura no ex-convento dominicano de Aracena

O coro da igreja foi subdividido em suítes, segundo informou o site “Ocholeguas”, portal de viagens do jornal “El Mundo” de Madri.
O novo conjunto é completado por um SPA que oferece sessões esotéricas de reflexiologia, aromaterapia, banheiras de hidromassagem, sauna e todo tipo de tratamentos relaxantes ou não (sic!).
Os mosteiros, especialmente os mais penitenciais como os de clausura, funcionavam como verdadeiros para-raios da cólera divina ofendida pelos pecados dos homens.
O que é que vão atrair esses locais dessacralizados e até profanados num mundo que se afasta cada vez mais de Deus e vai à procura de qualquer espécie de prazer, legítimo ou não, que lhe oferece o pai da mentira?
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...